CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES 2018

A Associação Brasileira de Patologia das Construções  (ALCONPAT BRASIL) promoveu, de 18 a 20 de abril de 2018, na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a terceira edição do Congresso Brasileiro de Patologia das Construções (CBPAT  2018).

O evento é um fórum de debates sobre o controle da qualidade, a patologia e a recuperação de estruturas, com intuito de divulgar as pesquisas científicas e tecnológicas sobre estes importantes temas e áreas correlatas. O congresso busca a integração dos profissionais envolvidos na construção civil, objetivando maior desenvolvimento profissional.

Os Congressos Brasileiros de Patologia das Construções são abertos aos profissionais do setor construtivo, engenheiros, técnicos, pesquisadores, empresários, fornecedores, investidores e estudantes que queiram aprender mais, discutir e se atualizar. Os idiomas oficiais do evento são o português, espanhol e inglês.

FOMENTO

APOIADORES

ITT PERFORMANCE

GERENCIALL

MC-BAUCHEMIE

KPP ENGENHARIA

MC-BAUCHEMIE

NETHERLAND ENGENHARIA

TRAÇADO

ARTIGOS

Confira as datas científicas do evento.

Obs.: Caso os autores desejem, poderão optar pelo envio direto dos artigos (até 06/03), conscientes que estarão submetidos a avaliação de inserção na temática do evento.

OBSERVAÇÕES:

  1.  Para a publicação de um artigo nos Anais, o documento deve ser aceito pela Comissão Científica e um dos autores deve efetivar a sua inscrição no evento.
  2. Uma inscrição no evento oferece direito a duas publicações nos Anais do CBPAT 2018.
  3. Não possuímos taxa de publicação.
  4. As taxas de associação estão descritas abaixo, para maiores informações clique aqui.
  • Profissionais R$ 135,00
  • Estudantes de pós-graduação R$ 85,00
  • Estudantes de graduação R$ 55,00

MEMBROS DA COMISSÃO ORGANIZADORA

Comissão organizadora nacional:

Diretora de Eventos

Membro do Conselho Fiscal

Membro do Conselho Fiscal

Comissão organizadora local:

Comissão científica:
Presidente: Prof. João Luiz Calmon Nogueira da Gama, Dr. (UFES)

Sub-áreas:

Deterioração e ensaios (Mecanismos de deterioração, Ensaios não destrutivos, Acidente devido a ação do clima)

Coordenador de área: Prof. Dra. Edna Possan (UNILA)

  1. Profª. PhD. Ana Carolina Parapinski dos Santos (UNILA)
  2. Profª. PhD. Ângela Gaio Graeff (UFRGS)
  3. Profª. Drª. Edna Possan (UNILA)
  4. Profª. Drª. Giovanna Patrícia Gava Oyamada (UNIOESTE)
  5. Profª. Drª. Gláucia Maria Dalfré (UFScar)
  6. Profª. Drª. Vanessa Pasa Dutra (UFRGS)
  7. Prof. Dr. Arthur Medeiros (UTFPR)
  8. Prof. Dr. Marcelo Medeiros (UFPR)
  9. Eng. Me. Emerson Felipe Felix
  10. Eng. M.Sc. Emilio Minoru Takagi (MC-Bauchemie)
  11. Engª. M.Sc. Francielle Rodovalho
  12. Engª. M.Sc. Luciane Fonseca Caetano (UFRGS)
  13. Prof. M.Sc. Josué Argenta Chies (FSG)

Materiais (Técnicas e materiais de reparo e recuperação, Técnicas de materiais de reforço, Materiais não convencionais e sustentabilidade, Impermeabilização)

Coordenador de área: Prof. Me. Roberto Christ (UNISINOS)

  1. Profª. Ph.D. Ana Carolina Parapinski dos Santos (UNILA)
  2. Profª. Ph.D. Ângela Gaio Graeff (UFRGS)
  3. Prof. Ph.D. Paulo Helene (PhD / USP)
  4. Prof. Dr. Claudio Kazmierczak (UNISINOS)
  5. Profª. Drª. Geilma Lima Vieira (UFES)
  6. Profª. Drª. Luiza Pacheco (UFSM)
  7. Profª. Drª. Sayonara Pinheiro (UFES)
  8. Prof. M.Sc. Jeferson Ost Patzlaff (UNISINOS)
  9. Prof. M.Sc. Josué Argenta Chies (FSG)
  10. Prof. M.Sc. Roberto Christ (UNISINOS)
  11. Profª. M.Sc. Sandra Regina Bertocini (UFMS)
  12. Eng. M.Sc. Hinoel Zamis (UNISINOS)

Projetos complementares (Fundações e estruturas, Estruturas, Sistemas hidráulicos, sanitários e elétricos, Alvenarias e revestimentos)

Coordenador de área: Profa. Dra. Ana Milani (UFMS)

  1. Profª. Drª. Ana Milani (UFMS)
  2. Prof. Dr. Andrés Batista Cheung (UFMS)
  3. Prof. Dr. Odilar Costa Rondon (UFMS)
  4. Profª. M.Sc.  Michele Giongo (UFMS)

Infraestrutura (Infraestrutura e obras de arte, Estradas e rodovias)

Coordenador de área: Eng. MSc. Camila Simonetti (UFRGS)

  1. Prof. Ph.D Paulo Helene (PhD / USP)
  2. Profª. Drª. Jamilla Teixeira (UFES)
  3. Profª. Drª. Luiza Pacheco (UFSM)
  4. Prof. Dr. Milton Costa Junior (UFES)
  5. Prof. Dr. Patrício Pires (UFES)
  6. Profª. Drª. Sayonara Pinheiro (UFES)
  7. Eng. M.Sc. Camila Simonetti (UFRGS)
  8. Eng. M.Sc. Hinoel Zamis (UNISINOS)
  9. Profª. M.Sc. Michele Giongo (UFMS)
  10. Eng. M.Sc. Thomas Garcia Carmona (CARMONA Engenharia)

Qualidade e normatização (Controle e garantia da qualidade, Normalização, Educação e ensino sobre a patologia das construções, Patrimônio histórico)

Coordenador de área: MsC. Fernanda Pacheco (UNISINOS)

  1. Prof. Ph.D Humberto Varum (Universidade do Porto)
  2. Prof. Dr. Esequiel Mesquita (NUTEC – CE)
  3. Profª. Drª. Fernanda Macedo Pereira (ULBRA)
  4. Profª. Drª. Luciani Somensi Lorenzi (UFRGS)
  5. Prof. M.Sc. Cesar Henrique Daher (IDD)
  6. Prof. M.Sc. Fabrício Bolina (UNISINOS)
  7. Prof. M.Sc. Fernanda Pacheco (UNISINOS)
  8. Prof. M.Sc. Jeferson Ost Patzlaff (UNISINOS)
  9. Prof. M.Sc. Lucas Reginato (UFRGS)
  10. Prof. M.Sc. Roberto Christ (UNISINOS)
  11. Eng. M.Sc. Angélica Koppe (UNISINOS)
  12. Eng. M.Sc. Hinoel Zamis (UNISINOS)
  13. Eng. M.Sc. Vinícius de Kayser Ortolan (UNISINOS)

Diagnóstico (Levantamento de manifestação patológica, Manutenções das edificações, Inspeção predial, Diagnósticos)

Coordenador de área: Dr. Alexandre Lorenzi (UFRGS)

  1. Prof. Ph.D. Enio Pazini Figueiredo (UFG)
  2. Dr. Antonio Carmona Filho (CARMONA Engenharia)
  3. Dr. Alexandre Lorenzi (UFRGS)
  4. Profª. Drª. Cristiane Pauletti (ULBRA)
  5. Profª. Drª. Luciani Somensi Lorenzi (UFRGS)
  6. Profª. Drª. Luiza Pacheco (UFSM)
  7. Prof. Dr. Aldo Giuntini de Magalhaes (UFMG)
  8. Prof. Dr. Bruno do Vale Silva (Toledo Prudente Centro Universitário)
  9. Prof. Dr. José Marcio Calixto (UFMG)
  10. Profª. M.Sc. Evelyne Emanuelle Pereira Lima (UNIPE/João Pessoa)
  11. Prof. M.Sc. Lucas Reginato (UFRGS)
  12. Prof. M.Sc. Luis Cesar Siqueira de Luca (IDD)
  13. Prof. M.Sc. Ricardo Nakao (UFMS)
  14. Eng. M.Sc. Hinoel Zamis (UNISINOS)
  15. Eng. M.Sc. Rafael Burin Fávero (FM Engenharia e Arquitetura)
  16. Eng. M.Sc. Vinícius de Kayser Ortolan (UNISINOS)

PATQUIZ – COMPETIÇÃO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

Durante o CBPAT 2018 ocorrerá a 2ª edição do PATQUIZ – Competição de Perguntas e Respostas.  O principal objetivo da Competição de Perguntas e Respostas PATQUIZ é disseminar conhecimento sobre controle da qualidade, patologia e recuperação de estruturas entre estudantes de graduação dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo. Desta forma, pretende-se estimular a busca de conhecimento geral na área de patologia das construções, fazendo com que os alunos fixem o conteúdo de uma forma divertida, em uma competição de perguntas e respostas na qual o grupo de competidores mais inteirado na temática vence.

Consulte o regulamento e inscreva sua equipe!

INSCRIÇÕES

Observações:

1) Os valores acima não contemplam os minicursos, estes podem ser adquiridos por módulo, a parte.

2) Uma inscrição no evento oferece direito a duas publicações nos Anais do CBPAT 2018.

3) Não possuímos taxa de publicação.

4) As taxas de associação estão descritas abaixo, para maiores informações clique aqui.

Profissionais R$ 135,00
Estudantes de pós-graduação R$ 85,00
Estudantes de graduação R$ 55,00

PAGAMENTO VIA DEPÓSITO BANCÁRIO

Para  efetivar a inscrição, a ficha cadastral abaixo deve ser preenchida e enviada para o email secretaria@alconpat.org.br . Por favor, coloque no assunto do email a mensagem INSCRIÇÃO CBPAT2018.

Cadastro CBPAT2018 – Clique aqui para baixar a ficha de inscrição

Após o cadastro, deve ser realizado o pagamento, que pode ser realizado via depósito bancário identificado. O comprovante de pagamento, conjuntamente com a ficha de inscrição devidamente preenchida, deve ser enviado via email (secretaria@alconpat.org.br) para efetivar a inscrição.

Para os alunos de graduação e pós-graduação, além da ficha de inscrição devidamente preenchida e do comprovante de pagamento é necessário enviar via email (secretaria@alconpat.org.br) documento que comprove o vínculo institucional.

DADOS BANCÁRIOS:

Titular: Associação Brasileira de Patologia das Construções
Banco: Banco do Brasil
Agência: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Número agência: 1899-6
Conta Corrente: 30829-3
CNPJ: 08.343.721/0001-06

PAGAMENTO VIA PAYPAL

Estudante de Graduação Sócio

Estudante de Pós-graduação sócio

Profissional sócio

Estudante de Graduação não-sócio

Estudante de Pós-graduação não sócio

Profissional não sócio

LOCAL E HOSPEDAGEM

HOSPEDAGEM

O CBPAT 2018 será realizado na cidade de Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul. O local escolhido para abrigar o evento foi o o campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

O endereço é Cidade Universitária s/n. Clique aqui para ver o mapa.

O evento conta com o apoio da 2A turismo e eventos

LOCAL

O CBPAT 2018 será realizado na cidade de Campo Grande, capital do estado do Mato Grosso do Sul. O local escolhido para abrigar o evento foi o o campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

O endereço é Cidade Universitária s/n. Clique aqui para ver o mapa.

Incluindo translados do hotel para o evento e do evento para o hotel
  • Valores incluindo café da manhã /wi-fi / ar condicionado e estacionamento
    (*) incluir + 5% de iss
  • Sem a inclusão de translados para o evento e do evento para o hotel
Valores incluindo café da manhã /wi-fi / ar condicionado e estacionamento

transporte oficial do evento será composto por duas rotas descritas abaixo, são ônibus com a identificação do evento e com recepcionista para orientar os participantes. O transporte faz parte da inscrição no evento e não possui cobrança de taxa adicional.

Rota A (Centro)

1. Hotel Brumado

2. Bahamas Apart Hotel

3. Hotel Ipe

4. UFMS

Rota B (Parque)

1.Grand Park Hotel

2. Deville Prime

3. Bahamas Apart Hotel

4. UFMS

Observações:

– os participantes do Minicurso 2 na UFMS no dia 18 a tarde serão levados ao CREA com transporte oficial do evento;
– os participantes da visita técnica na Escola da Construção no dia 18 a tarde serão levados ao CREA com transporte oficial do evento;
– a ida para a abertura do evento fica a cargo de cada congressista, a volta após o coquetel de abertura os congressistas serão levados aos hotéis das rotas com o transporte do evento, incluindo o Hotel Turis;
– dias 19 e 20 no turno da manhã os ônibus do evento iniciarão as rotas 7:40hs e às 8hs;
– no horário de almoço os participantes poderão usufruir do transporte do evento para ir até o Shopping Norte Sul para o almoço, saindo do evento 12hs e retornando do shopping 13:30hs;
– dias 19 e 20 no turno da tarde, após encerramento das atividades da programação, o transporte levará os congressistas de volta aos hotéis;
– não há transporte oficial para o jantar de encerramento;
– os participantes deverão estar identificados com crachá do CBPAT 2018, após adquiri-lo no evento, para uso do transporte.

Maiores informações, contate diretamente a 2A turismo e eventos:

MINICURSOS

Durante o CBPAT 2018 ocorrerão quatro diferentes minicursos. As inscrições podem ser feitas via PayPal,
com descontos progressivos de acordo com o número de minicursos em que você se inscreve.

Minicurso 01:
Monitorização da integridade das estruturas históricas através de sistemas sensoriais wireless

Eng. Esequiel Mesquita, PhD (NUTEC-CE)

Fornecer subsídios a profissionais e estudantes de engenharia e arquitetura sobre monitorização de estruturas históricas

  1. Breve histórico sobre monitorização de estruturas
  2. Conceitos gerais da avaliação estrutural no âmbito do patrimônio histórico
  3. Designe e implementação de um sistema de monitorização
  4. A monitorização como suporte a análise da vulnerabilidade estrutural do patrimônio
  5. Casos práticos de monitorização de construções históricas
  6.  

Minicurso 02:
Concreto Autoadensável (CAA) – Tecnologia e Aplicação

Eng. Rodrigo Duarte – Proceq SAO

visão pragmática do CAA na Indústria da Construção, aplicação, normalização, principais desafios, inovações e tendências.

  1. Apresentação das principais tecnologias para ensaios não destrutivos;
  2. Princípio de funcionamento das principais tecnologias;
  3. Aplicação da correta tecnologia de acordo com a necessidade da investigação;
  4. Ensaios com as principais tecnologias (equipamentos) em amostras de concreto. Demonstração e uso dos equipamentos.
  5.  

Minicurso 02:
Concreto Autoadensável (CAA) – Tecnologia e Aplicação

Eng. Rodrigo Duarte – Proceq SAO

visão pragmática do CAA na Indústria da Construção, aplicação, normalização, principais desafios, inovações e tendências.

  1. Apresentação das principais tecnologias para ensaios não destrutivos;
  2. Princípio de funcionamento das principais tecnologias;
  3. Aplicação da correta tecnologia de acordo com a necessidade da investigação;
  4. Ensaios com as principais tecnologias (equipamentos) em amostras de concreto. Demonstração e uso dos equipamentos.
  5.  

Minicurso 03:
Ensaios não destrutivos em concreto com tecnologia Phased Array, Campo Magnético e Georadar Ultra Wideband.

Eng. Esequiel Mesquita, PhD (NUTEC-CE)

Apresentar tecnologias de ensaios não destrutivos para avaliação de estruturas de concreto com foco em ultrassom Phased Array, Campo Magnético e Georadar Ultra Wideband.

  1. Conceitos gerais
  2. Reologia na prática
  3. Mecanismos de ação dos policarboxilatos
  4. Materiais e Dosagem aplicada
  5. Nova NBR 15823
  6. Cases

Minicurso 04:
Utilização de BIM para minimização das Manifestações Patológicas

Eng. Civil João Luiz Calmon Nogueira da Gama, Ph.D (UFES) e
Engª Civil Luciani Somensi Lorenzi, Drª. (UFRGS)

Apresentar tecnologias de ensaios não destrutivos para avaliação de estruturas de concreto com foco em ultrassom Phased Array, Campo Magnético e Georadar Ultra Wideband.

  1. Introdução
  2. Histórico
  3. Conceituação de Engenharia Simultânea
  4. Atuação da Engenharia Simultânea
  5. Modelos de Processos De Projeto
  6. Building Information Modeling (BIM)
  7. Modelagem de Informação da Construção
  8. Softwares BIM e Complementares
  9. BIM e Sustentabilidade
  10. Casos práticos de aplicação de BIM para soluções de projeto 

PALESTRANTES CONVIDADOS

PALESTRANTES INTERNACIONAIS

Engenheiro Civil graduado pela Universidade Estadual de Londrina-PR em dezembro de 2006, obteve o Diploma de Estudos Avançados pela Universitat Politècnica da Catalunya (Barcelona, España) em setembro de 2007 e o título de Doutor em Engenharia da Construção pela mesma universidade em julho de 2009, além da menção de Doutor Europeu em virtude do trabalho realizado em Delft University of Technology (Delft, Holanda). De março de 2006 a julho de 2009, também esteve vinculado à empresa multinacional FCC (Fomento Construções e Contratas) tratando de diversos temas tanto no âmbito construtivo como no industrial. Participou no processo de análise de vários túneis construídos com tuneladoras do tipo TBM além de prestar assessoria em temas relacionados à tecnologia de materiais. Possui 7 anos de experiência na área de pesquisa e desenvolvimento, 3 dos quais como coordenador de linhas de pesquisa com empresas e entidades da Espanha, da Holanda e da Bélgica. Contratado de setembro de 2008 a agosto de 2010 como parte do quadro de Docentes e de Pesquisa (PDI) da Universitat Politècnica da Catalunya. Foi professor da Universitat Politècnica da Catalunya (Barcelona, España) lotado no Departamento de Ingenharia Civil e Ambiental da Universidad Politécnica de Cataluña de 2010 até 2017. Atualmente é Professor da School of Architecture, Building and Civil Engineering na Loughborough University.

Bacharel em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia Mauá (São Caetano do Sul, Brasil) em 2004. Mestre em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo (São Paulo, Brasil) em 2008. Ph.D. em Ciências da Terra da Universidade Laval (Quebec, Canadá) em 2014. Pós Doutorado na Universidade McGill (Montreal, Canadá). De 2006 a 2009, trabalhou na Desek Ltda, em São Paulo, Brasil, como engenheiro consultor, atuando principalmente nas áreas de tecnologia do concreto, durabilidade e reabilitação de estruturas. Os seus interesses de pesquisa centram-se em dois temas principais: a) avaliação do dano real (diagnóstico) e potencial de maior deterioração (prognóstico) da infra-estrutura de envelhecimento em concreto e; b) concepção de materiais de alto desempenho para o desenvolvimento sustentável na construção de concreto. No primeiro tema de pesquisa,  trabalhou na caracterização de danos em concreto principalmente devido à reação agregada alcalina (RAA). Pesquisou e aprimorou algumas ferramentas microscópicas e mecânicas para avaliar o grau de dano do RAA e o desenvolvimento em concretos. Também investigou as implicações das ferramentas da técnica anterior para avaliar diferentes mecanismos de danos, como a formação de etringita tardia (DEF) e os ciclos de gelo e degelo, independentes ou acompanhados de RAA.  Tem contribuído para a avaliação do desenvolvimento da RAA em infraestrutura de envelhecimento crítico. No segundo tema de pesquisa, está trabalhando principalmente no uso de agregados de concreto reciclado como um material inovador e sustentável para novas construções. Foi premiado com a bolsa de estudos VANIER, a mais prestigiada bolsa de doutorado no Canadá dada pelo CRSNG e também participou de um programa CREATE / FONCER-INFRA, também financiado pelo CRSNG, que visava atender às necessidades imediatas da sociedade canadense formando uma equipe de especialistas para manutenção e reabilitação de infra-estrutura de concreto. Palestrante convidado de inúmeros eventos técnicos e científicos, publicou vários trabalhos científicos nas revistas mais reconhecidas da área. Participa em vários comitês técnicos em todo o mundo, como ACI (201-durabilidade, 236-materiais ciência do concreto), RILEM (evitando a reação de agregados alcalinos em estruturas de concreto) e IBRACON (reação alcalina-agregada, durabilidade de concreto).

Engenheiro Civil pela Facultad de Ingeniería de la Universidad Nacional de Asunción (1997). Magister em Ciencias da Engenharia Civil pela Facultad de Ciencias y Tecnología, Universidad Católica Ntra. Sra. de la Asunción (2011). Doutor em Engenharia Civil na Área de Estruturas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil, 2017). Atualmente é professor das disciplinas Hormigón Armado 2, Trabajo Final é professor de Patología y Terapéutica del Hormigón Armado no Programa de Postgrado (Maestría) da Facultad de Ingeniería de la Universidad Nacional de Asunción. É diretor de Gavilán & Asociados S.A. Desde o ano 1.999 trabalha principalmente na avaliação, reparo e reforço de estruturas de concreto armado e no controle de qualidade na construção. Atualmente tem  feito mais de 500.000 m2  de avaliação estrutural e 6.000 m2 de reforço com compostos de fibra de carbono.  Alguns trabalhos destacados são:

  • Avaliação dos Estádio Defensores del Chaco, Olimpia, Cerro Porteño entre outros.
  • Avaliação dos edifícios do complexo habitacional IPS (59.000 m2)
  • Avaliação estrutural de pontes das rodoviárias internacionais Nº 1, 2 y 7 (2.170 ml)
  • Reforço estrutural do edifício do Mercado Municipal Nº 4
  • Reforço estrutural de pontes da rodoviária internacional Nº 5, projeto onde foram colocados 1.500 m2 reforços em fibra de carbono.

É membro ativo da ACI, RILEM, fib, IBRACON, ALCONPAT, APE e CAPACO. Foi palestrante convidado e publicou vários trabalhos no IBRACON, CINPAR, JSIE, CONPAT e ALCONPAT. Suas pesquisas mais recentes foram sobre o uma versão modificada do ensaio APULOT de aderência entre aço e concreto para avaliação da resistência à compressão simples do concreto nas primeiras idades, que foi publicado na Structural Concrete da fib.

PALESTRANTES NACIONAIS

Bacharel em Engenharia Civil pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2012) e Doutor em Engenharia Civil da Universidade do Porto (2017) é Chefe do Laboratório de Engenharia Civil do Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará e Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Civil da Faculdade Ari de Sá. Entre 2011 e 2012 atuou como Coordenador do Laboratório de Materiais de Construção da Universidade Estadual Vale do Acaraú, onde desenvolveu trabalhos nas áreas de durabilidade do concreto e controle da qualidade dos materiais. É membro do ICOMOS Brasil, do comitê W098 – Intelligent and responsive buildings do CIB, membro do ALCONPAT Brasil, e do Instituto de Telecomunicações, Portugal. Em 2016, recebeu o premio Best Young Research Paper na XII International Conference on Structural Repair and Rehabilitation, no Porto. Tem atuado como revisor de vários periódicos internacionais e desde 2016 é Guest-Editor do Building Pathology and Rehabilitation Journal e do  Journal of Civil Structural Health Monitoring. É autor ou co-autor de mais de 60 trabalhos, entre artigos em revistas, conferencias, patentes e trabalhos técnicos, e desde 2014 desenvolve trabalhos na área de caracterização de estruturas históricas brasileiras com apoio do IPHAN. Atualmente desenvolve pesquisas em colaboração com o  Laboratório de Engenharia Sísmica e Estrutural da Universidade do Porto e com o Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Florença. Suas principais áreas de atuação são: Structural health monitoring (SHM), sensores óticos para monitorização das estruturas, caracterização não destrutiva, durabilidade, recuperação e manutenção de construções históricas.

Foi Professor Titular do Departamento de Estruturas e Fundações da Escola Politécnica da USP até 2011, quando aposentou-se compulsoriamente pela mesma instituição.  Graduou-se em Engenharia Civil na Escola Politécnica da USP em 1963, tendo continuado a carreira acadêmica na própria Poli (onde obteve os títulos de Mestre, Doutor, Professor Livre Docente e Professor Titular), enquanto atuava no mercado profissional. Trabalhou até 1979 na Promon Engenharia onde ocupou o cargo de Superintendente da Área de Edificações e Obras Públicas, quando então foi contratado pela THEMAG Engenharia, onde trabalhou até 1982, chegando a Superintendente da Área de  Transportes. Como responsável por projetos do Metrô de São Paulo e do Rio de Janeiro, especializou-se em obras enterradas, como túneis, valas e estações de Metrô.  Já reconhecido no mercado como grande nome nas áreas de estruturas e interação solo-estrutura fundou em 1982 a C. E. M. Maffei Engenharia Ltda., onde atua até hoje

Possui em seu currículo inúmeros os projetos e consultorias de destaque, inclusive no meio midiático, entre eles os reaprumos dos blocos A e B do Edifício Núncio Malzoni em Santos/SP, o túnel de baixíssima cobertura para acesso ao novo Centro Administrativo de Minas Gerais, os túneis do Morro Alto em Osório/RS, Túnel do Morro Agudo (SC), Túnel Max Feffer (SP), Túnel Fernando Vieira de Mello (SP), o estacionamento subterrâneo do Hospital das Clínicas (SP), o novo estacionamento do Aeroporto de Congonhas, os túneis Interceptores de Esgotos ao longo da Marginal Pinheiros (IPI-6 e IPI-7), projetos de aumento de calado de vários terminais portuários no Brasil, e vários quilómetros de túneis metroviários em São Paulo e Salvador.

Possui graduação em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1979 e Pós-Graduação na área de estruturas em 1981 através da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Atualmente é professor no Departamento de Engenharia Civil – Estruturas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, carreira construída desde 1982. Ainda, é diretor técnico da Jose Luiz Cardoso Engenharia de Projetos e Consultoria, e Diretor Técnico do IBRACON – Regional RJ.

Tem experiência na área de projetos estruturais em concreto armado, concreto protendido e metálica, com ênfase em pontes, portos e estádios e em obras de recuperação e reforço estrutural. Alguns dos principais projetos realizados são:

  • Ponte em balanço sucessivo sobre o canal de Itajuru – Cabo Frio/RJ – Prêmio Ouro – Gerdau;
  • Recuperação estrutural do viaduto das Bandeiras – RJ;
  • Recuperação da estrutura do Estádio do Maracanã – RJ;
  • Recuperação estrutural do Estádio Castelão – CE;
  • Recuperação estrutural do Estádio Presidente Vargas – CE;
  • Recuperação estrutural do porto do Pecém – CE;
  • Recuperação da ponte Paulo Guerra – PE;
  • Consultoria técnica aos projetos das arenas COT 1,2 ,3 e velódromo do Parque Olímpico do Rio de Janeiro;

Consultoria técnica a obra das estruturas da usina nuclear de Angra dos Reis – RJ.

Engenheiro Civil, Consultor em Estruturas – Engeti-Consultoria e Engenharia S/S Ltda.

Nasceu em 1955, recebendo seu diploma de engenheiro civil em 1977, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, com especialização em estruturas pela Escola de Engenharia de Lins.

Ex-Presidente da ABECE- Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural. Laureado com o Prêmio Emilio Baumgart 2005 pelo Ibracon. Laureado com o Prêmio Gilberto Molinari 2009 em reconhecimento aos serviços prestados ao Ibracon.

Presidente do IBRACON Instituto Brasileiro do Concreto. Vice Presidente da IABSE – International Association For Bridges and Structural Engineering. Membro do 318-L do ACI, American Concrete Institute. Coordenador da CE da ABNT de revisão de diversas Normas Brasileiras (7187, 7188, 9452, 9607,etc…). Membro do Conselho da ABPE -Associação Brasileira de Pontes e Grandes Estruturas.

Autor e Co-Autor de vários artigos e livros publicados no Brasil e no Exterior.

PATROCINADORES

PROGRAMAÇÃO

Obs.: A programação está sujeita a alterações.

Visita à Escola de Construção do SENAI-MS

A Escola de Construção do SENAI-MS foi inaugurada no dia 27 de julho de 2017, com uma estrutura de 12 salas de aulas e laboratórios para qualificar mão de obra para atuar na construção civil e na indústria moveleira.

Data da visita: 18/04 das 17h às 18h

Local: Rua Rachid Neder, s/n, 0 – Monte Castelo – Campo Grande/MS

Inscrições: a visita é gratuita e a inscrição é através do e-mail eventos@alconpat.org.br até o dia 13.04.18, as vagas são limitadas!

Transporte: a ida até a Escola de Construção fica a cargo de cada participante. Após a visita o transporte oficial do evento levará os congressistas até o CREA-MS para a abertura CBPAT 2018.

JANTAR DE ENCERRAMENTO (POR ADESÃO)

Local: Cantina Masseria 

Endereço: Av. Afonso Pena, nº 4311 – Jardim dos Estados – Campo Grande/MS
Observação: Não haverá transporte oficial do evento para o jantar

Cardápio: salada, 3 tipos de massas, carne vermelha e sobremesa
Bebidas incluídas: suco, água e refri (bebidas alcoólicas a parte)

Horário: 20:30hs
Valor por pessoa: R$ 70,00

TEMAS

TEMÁTICA DO CBPAT 2018

Congresso Brasileiro de Patologia das Construções 2018  abrange a patologia e controle de qualidade de edificações convencionais e em grandes obras. Os temas abordados são os seguintes:

  • Patrimônio histórico
  • Mecanismos de deterioração
  • Ensaios não destrutivos
  • Diagnósticos
  • Técnicas e Materiais de reparo e recuperação
  • Técnicas de Materiais de reforço
  • Fundações
  • Estruturas
  • Alvenarias e revestimentos
  • Sistemas Hidráulicos e Sanitários
  • Sistemas Elétricos
  • Infraestrutura e obras de arte
  • Controle e garantia da qualidade
  • Normalização
  • Impermeabilização
  • Levantamento de manifestação patológica
  • Manutenções das edificações
  • Inspeção predial
  • Estradas e rodovias
  • Acidente devido a ação do clima
  • Educação e ensino sobre a patologia das construções
  • Materiais não convencionais e sustentabilidade