MP instaura inquérito para apurar segurança na Arena

Sete pessoas ficaram feridas após “avalanche” da torcida do Grêmio

O Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul instaurou nesta quinta-feira um inquérito civil para apurar o ocorrido na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, durante a partida contra a LDU pela pré-Libertadores na noite dessa quarta. Após o primeiro gol gremista, a torcida comemorou com a tradicional “avalanche”, porém, a grade de proteção se rompeu e despencou. Sete pessoas ficaram feridas, mas já tiveram alta.

A Promotoria de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística vai apurar as condições de segurança para realização da comemoração. O Corpo de Bombeiros, a Brigada Militar e a Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) terão um prazo de cinco dias para informar sobre a efetiva liberação do estádio para a avalanche. O clube e a Arena Porto Alegrense também terão que prestar informações sobre o incidente.

Confira na íntegra a nota do Ministério Público:

Diante do incidente que acarretou a queda de torcedores no fosso da Arena do Grêmio no jogo contra LDU, a Promotoria de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística, instaurou, na manhã desta quinta-feira, inquérito civil visando apurar as condições de segurança para realização da “avalanche”, que costuma ocorrer nos jogos envolvendo o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

No inquérito civil, determinou-se a imediata convocação do Corpo de Bombeiros, da Brigada Militar e da Secretaria Municipal de Obras e Viação para que informem sobre a efetiva liberação da Arena para a realização da “avalanche”, bem como ao Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e à Arena para que prestem informações sobre o incidente no prazo de cinco dias.

Já em outubro de 2012, preocupados com a segurança dos torcedores, os Promotores de Justiça Norberto Pâncaro Avena e Fábio Roque Sbardellotto, tomando conhecimento de que, antes mesmo da inauguração da Arena, os sócios do Grêmio estavam sendo convocados pela Diretoria para “Teste da Avalanche”, ingressaram com ação cautelar inominada visando a proibição do evento.

Na oportunidade, justificaram os Promotores o fato de que a Arena não possuía as autorizações necessárias do Poder Público, obtendo liminar que, efetivamente, proibiu a realização do “teste”. A ação foi julgada procedente pelo Poder Judiciário.

Fonte: Correio do Povo

 

Compartilhe esse post

EnglishPortugueseSpanish

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.

O seu cadastro foi enviado!

Muito obrigado, a sua mensagem foi enviada com sucesso. Por favor, aguarde nossa resposta.